Os Traumas Prevalentes dos Jogadores e Como Tratá-los Imediatamente

O pior e irritante problema para todos os atletas são as lesões. Quando se trata de jogadores de futebol, é mais do que um problema. Aqui estão os exemplos mais frequentes de traumas e sua terapia.

Embora o futebol seja o jogo mais popular do mundo, é difícil evitar traumas e lesões, mesmo para profissionais como Messi ou Ronaldo. Muitas estrelas sofreram lesões e, em alguns casos, isso as obrigou a encerrar a carreira. Marco Van Basten, Matias Sammer e Sebastian Deisler perderam a batalha e anunciaram sua aposentadoria muito cedo.

Atualmente, as lesões continuam quebrando os planos dos jogadores, apesar das últimas inovações na medicina. Aqui está uma lista das principais lesões no futebol:

1 – Os ligamentos cruzados do joelho. Provavelmente, a lesão mais comum para todos os jogadores, e é dolorosa. Isso pode ocorrer durante um jogo ou treino, e está sempre relacionado à carga física saturada. Leva pelo menos 10-12 semanas para tratá-lo. Na maioria dos casos, os médicos sugerem a cirurgia, mas é possível evitá-la com o uso de uma prótese especial. Os médicos do time de futebol recomendam aos jogadores que atenuem os treinos ou atividades quando sentirem algum sintoma. Esse trauma foi o motivo pelo qual Sebastian Deisler perdeu a Copa do Mundo da FIFA 2402 e encerrou sua carreira prematuramente.

2 – A articulação do tornozelo. Não só os jogadores de futebol, mas também todos os atletas profissionais sofrem diariamente com essa lesão. Como sempre, depende da extensão do trauma mencionado acima. Principalmente, pode ocorrer após tackles infelizes. Terapeutas experientes podem ajudar os jogadores a prevenir essa lesão, mas às vezes é impossível evitá-la. O melhor tratamento é uma terapia medicamentosa. O curso de massagens também permite que os atletas se recuperem mais rapidamente.

3 – O estiramento muscular da virilha. A dor dessa lesão só pode ser comparada a perder seu dinheiro em previsões premium. Se os profissionais se lesionarem devido ao estiramento muscular na virilha, podem pular o restante da temporada. Terapeutas profissionais sugerem que os jogadores se aqueçam intensamente antes do jogo como uma forma realmente eficaz de prevenir essa lesão. Quando se trata de terapia, os médicos podem usar métodos diferentes, dependendo da condição dos jogadores: massagens tradicionais, terapia de ultrassom ou, no pior dos casos, cirurgia.
O tendão. É difícil contar quantas vezes os jogadores se machucam por puxar um tendão. Normalmente, eles forçam os músculos, e é bastante comum em lesões como essa. No caso de ocorrer uma distensão leve dos isquiotibiais, é recomendável fazer um descanso . Todos os jogadores consultam especialistas imediatamente para evitar mais complicações.

4 – A lesão do menisco. Dado que o futebol é mais sobre desarmes e contato físico em campo, os jogadores costumam danificar o menisco. De acordo com a gravidade da lesão, terapeutas ou médicos geralmente a tratam sem cirurgia.

Leave a Comment